domingo, 3 de agosto de 2014

Fique por dentro de dicas e roteiros de passeios sustentáveis pelo Brasil


O turismo sustentável pode passar a fazer parte da rotina de cada um. Com o término do período de férias, os fins de semana reservam opções de lazer que promovem a sustentabilidade. Para pegar dicas de passeios e práticas mais responsáveis, o Ministério de Meio Ambiente (MMA) apoia a campanha do Passaporte Verde, que ganhou novo formato durante a Copa do Mundo realizada no Brasil.

As sugestões vão além do turismo: estimulam um comportamento que respeita o meio ambiente, favorece a economia local e o desenvolvimento social e econômico das comunidades.

Mais do que uma campanha, o slogan Eu cuido do meu destino tem como proposta contribuir para um futuro sustentável, com padrões adequados de consumo e produção. É um estímulo à adoção de práticas sustentáveis no dia a dia, nas viagens a lazer ou a trabalho, nos passeios em feriados e fins de semana.

O que fazer

No portal do Passaporte Verde existem mais de 70 opções de passeios que estimulam vivenciar a sustentabilidade em momentos de lazer. Além disso, o site traz opções para planejar a viagem, fazer as malas, como deixar a casa, escolher a hospedagem, aproveitar a cidade da maneira mais sustentável, como se comportar em áreas naturais e nas praias, quais as melhores alternativas de deslocamento e como escolher as refeições. O portal também aponta alguns estabelecimentos que são voluntariamente engajados em práticas de sustentabilidade.

O Passaporte Verde é uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), em parceria com os ministérios do Meio Ambiente, Esportes, Turismo e Desenvolvimento Social. Desde que foi lançada a campanha, o website, aplicativo móvel e as mídias sociais têm atraído cerca de 1.200 novos acessos por dia. Nos ambientes on-line, os usuários encontram alternativas de viagens responsáveis, compartilham suas experiências e acessam os Roteiros Passaporte Verde.

CONFIRA ALGUMAS DICAS:
- Procure saber mais sobre o seu destino e busque roteiros que permitam conhecer a cultura e as belezas naturais e vivenciar o ritmo local.
- Prefira hotéis que fiquem próximos aos locais que deseja conhecer. Assim você economiza em transporte e diminui a emissão de poluentes.
- Tente não levar de casa nada que possa comprar no local em que visitará. Isso contribui com a geração de empregos, aumenta a renda dos moradores e valoriza os talentos locais.
- Leve uma sacola retornável dobrável:– ela vai ser útil para fazer compras e levar coisas à praia.
- Mala inteligente: leve roupas que combinem entre si e dê preferência àquelas que não precisam ser passadas – assim você reduz a quantidade de malas e o consumo de energia.
- Desligue tudo da tomada: cafeteiras, computadores, celulares, secadores de cabelo e outros equipamentos eletrônicos ligados na tomada, mesmo em estado de “"stand by"” continuam consumindo energia.
- Cada turista consome quase 3 vezes mais água do que a média dos residentes. 60% de consumo de água nos hotéis são ligados à hospedagem. Peça para trocar toalhas e enxoval no hotel se for realmente necessário– essa medida simples já economiza um bocado de água.
- Leve com você uma garrafa reutilizável,– evite comprar garrafinhas de água, gerando mais resíduos.
- Escolha restaurantes que possuem práticas sustentáveis como medidas para reduzir o desperdício de alimentos, que ofereçam pratos preparados com produtos locais e sazonais.
- Em áreas naturais, inclusive na praia, não deixa evidências da sua passagem: não queime, nem enterre o lixo, traga-o de volta.
- Algumas cidades no Brasil já têm sistema de aluguel de bicicleta. Também aproveite o transporte coletivo para vivenciar mais a cidade.
- Aproveite as frutas da estação! São mais gostosas e têm o melhor preço. Experimente sucos das frutas típicas da região.
- Faça um prato de acordo com a sua fome e evite o desperdício de alimentos.

CONFIRA ALGUNS ROTEIROS:
- Em Belo Horizonte, conheça o Jardim Japonês. Foram plantadas árvores típicas do Japão como o pinheiro oriental, a cerejeira, a azaleia e o bambu.
- Passe um dia na Chapada Imperial: reserva ecológica particular que preserva mais de 4.000 hectares com a maior área de mata de cerrado dentro do DF.
- Um dos destinos de ecoturismo mais procurados do país, a Chapada dos Guimarães permite a prática de atividades como trekking, rapel, flutuação e escalada.
- Desfrute de Curitiba com o grupo Pedala Curitiba, circuito noturno de bicicleta que permite a observação de vários pontos de interesse turístico, trazendo um olhar diferente da cidade e o roteiro sugere também caminhos valorizados pela história e desenvolvimento urbano da cidade.
- Faça a Trilha da Ladeira de São Sebastião, no Ceará, que possui boa parte de seu caminho preservado e é a mais utilizada em ações de educação ambiental.
- No Amazonas, tenha uma experiência Indígena na Comunidade do Tupé. A visita inclui conhecer o ritual indígena, apresentado pelas etnias indígenas Dessana, Tucano e Tuyuka; trilha etnográfica com os povos indígenas; visita à fazenda de peixes do Projeto Tanque Rede; e trilha de água até a cachoeira e caminhada sobre igapó (ecossistema de floresta inundada).
- Roteiro de compras sustentáveis: a cidade de Natal possui valiosos espaços para o visitante encontrar os artesanatos regionais, feitos pelo povo potiguar.
- Conheça o Parque Estadual de Itapuã que está situado em Viamão, a 57 km de Porto Alegre e é um refugio de paisagem natural da região metropolitana. O Parque abriga áreas de campos, matas, dunas, lagoas, praias e morros às margens do lago Guaíba e da laguna dos Patos.
- Em Recife, faça um passeio pelos mercados, conhecendo a gastronomia típica. Destaque para o Mercado de São José, onde há grande quantidade e diversidade de artesanato e de produtos da cultura afro.
- Com belíssimos cenários, a cidade do Rio de Janeiro é um convite aos moradores e visitantes para a prática de exercícios ao ar livre: caminhe, pratique frescobol, futebol de areia, futevôlei, vôlei de praia e faça um passeio de bicicleta pela orla.
- Maior do Brasil e segunda do mundo, a Baía de Todos os Santos, na Bahia, é um belo cenário para experiências náuticas. Mar de águas calmas e cristalinas, envoltos por uma áurea histórica secular e pela Mata Atlântica, em contraste com os vastos manguezais, restingas e recifes de corais, abriga cinquenta e seis ilhas e é uma Área de Proteção Ambiental (APA).
- Em São Paulo são muitas opções de programas sustentáveis. São quatro roteiros e uma lista de atrativos, que levam de uma a três horas cada e envolve o visitante num dia repleto de novos aprendizados: Roteiro Espécies Ameaçadas, Roteiro Histórico, Caminho das Águas e Trilha Sensorial.

Saiba mais no site do Passaporte Verde.
Via: EcoD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua Mensagem - Se gostou Compartilhe