Criatividade

Holandeses criam lanterna para bike movida a energia solar e à prova de roubos


A Rydon é uma empresa holandesa que desenvolveu uma solução sustentável para os adeptos do pedal noturno: movida a energia solar, a Pixio é uma lanterna super-resistente e à prova de roubos, que pode ser instalada em qualquer modelo de bicicleta. O sistema de iluminação possui um painel fotovoltaico, que armazena a energia fornecida pelos raios de sol ao longo do dia, para fornecer luz durante as pedaladas à noite.

O objetivo dos representantes da empresa foi criar um tipo de lanterna durável, que não dependesse de baterias ou pilhas para funcionar. Assim, os holandeses não só aumentam a eficiência da iluminação para ciclistas, mas também ajudam a reduzir o descarte de pilhas e baterias, utilizadas nos sistemas de iluminação convencional das bikes.


Além de dar luz aos caminhos de quem anda de bike à noite, a lanterna Pixio também aumenta a segurança dos ciclistas, pois o sistema possui um dispositivo de proteção antirroubo. De acordo com o InHabitat, o equipamento foi desenvolvido à prova d’água e de outras variações climáticas – mantendo a bicicleta iluminada mesmo durante fortes chuvas ou ao longo de uma enchente.

As lanternas movidas a energia solar estão à venda no Indiegogo, site internacional de financiamento coletivo. Na página, a empresa vende cada exemplar, por, no mínimo, 40 euros – com entrega prevista para outubro deste ano. As bikes que tiverem a Pixie podem ficar estacionadas em uma garagem coberta, mas, o ideal é que o sistema receba a luz do sol durante o dia – acendendo, automaticamente, conforme diminui a luminosidade do ambiente.

Fonte: CicloVivo



Aprenda a fazer uma poltrona reutilizando pallets


 
                            
Os pallets são itens muito úteis, práticos e de fácil manuseio e adaptação. O CicloVivo já deu diversas dicas de como reaproveitar este material dando a ele uma nova finalidade. A sugestão de hoje é transformá-lo em uma poltrona.

Apesar de ser um artesanato simples, é necessário ter boas noções do manuseio de ferramentas usadas em trabalhos com madeira, como serrotes, pregos e martelos.

Materiais necessários:

- Três pallets em bom estado de conservação

- Serrote

- Pregos

- Martelo

- Lixa

- Tinta para pintar madeira

- Almofada

Como fazer:

Como acontece em todos os trabalhos feitos com material reaproveitado, o primeiro passo é higienizá-lo. Portanto, limpe bem os pallets e, se for necessário, lixe as partes que apresentarem defeitos, restos de tinta ou lascas.

Com os pallets devidamente higienizados, comece a montar a poltrona. Dois deles devem permanecer intactos e o que sobrar deverá ser cortado ao meio, para que seja feito o assento e o encosto. Veja a imagem da poltrona finalizada para entender melhor o corte dos pallets. Depois de dividido, as duas partes devem ser fixadas aos pallets inteiros.

A base para a estrutura já tá feita, mas a poltrona fica mais legal quando personalizada. Portanto, escolha tintas, adesivos e desenhos que deixem a sua mobília com a sua cara. Para finalizar, coloque as almofadas. Não é necessário que elas sejam sob medida. Você pode aproveitar alguma que está sem uso na sua casa.

Esta dica foi originalmente publicada no site Homedit, que traz outras sugestões de móveis feitos a partir de pallets.

Fonte: CicloVivo

3 maneiras de reutilizar lâmpadas queimadas na decoração


O inventor norte-americano Thomas Edison aperfeiçoou o modelo de lâmpadas incandescentes, que já era estudado por outros cientistas, e começou a comercializá-lo em 1880. De lá pra cá, o equipamento que ilumina as residências ganhou outros formatos, entretanto, sua vida útil ainda é de cerca de mil horas. Além disso, muitas delas queimam antes desse prazo, por isso, separamos algumas dicas de fácil aplicação.

- Luminária:

Pensando no que poderia fazer com lâmpadas no formato tubular, a Agência Castor Design teve a ideia de reutilizá-las com criatividade. Como não era mais possível clarear o ambiente, usaram-nas para decorar a iluminação de outra lâmpada.

A luminária pode ser usada na horizontal e vertical, como mostrou o Design Atento. A ideia pode ser reproduzida por qualquer morador, veja abaixo o resultado.

Castor Design


Pequenos vasos:

As lâmpadas podem ser transformadas em vasos suspensos. Para isso, será necessário utilizar óculos de proteção ou óculos comuns; uma pequena toalha ou um pano velho; alicates; chave de fenda comum; fio de nylon; pequenos ganchos e buchas de plástico; terra adubada; planta; sal comum ou areia e lâmpadas.

Com esses materiais, será possível fazer uma espécie de mini jardim vertical, que trará mais vida e beleza para sua residência. Veja como fazer, seguido o passo a passo.

Small Garden Love



Porta tempero:

Além de decorar, as lâmpadas também podem ser úteis na organização da cozinha, como mostra O Artesanato. Para isso, serão necessários os seguintes itens: cola quente, lâmpadas e tampas de garrafa de refrigerante.

A mesma técnica utilizada no vaso de lâmpada suspenso pode ser usada neste caso para retirar os itens do interior do material. O passo seguinte é lavar a peça cuidadosamente.

Em seguida, pingue cinco gotas de cola quente no fundo da lâmpada para que ela fique na posição vertical. Faça furinhos nas tampas de refrigerante e encaixe-as na rosca da lâmpada para fecha-la.

Essa lâmpada poderá ser usada para guardar sal, pimenta, orégano. Se preferir, troque a tampa por uma rolha e utilize o recipiente para armazenar vinagre e azeite.

DiyLife



Seja qual for a maneira escolhida para reutilizar a lâmpada, tenha cuidado no manuseio. Veja onde poderá descartar os itens de seu interior, pois podem contaminar o solo, se jogados no lixo comum.

Fonte: CicloVivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua Mensagem - Se gostou Compartilhe