Projetos de Arquitetura

Casa contêiner se integra à paisagem dos Andes

Uma casa pré-fabricada que tivesse baixos impactos ambientais, manutenção e que se adaptasse à paisagem natural da Cordilheira dos Andes. Esse era o desafio nas mãos do arquiteto chileno Sebastián Irarrázaval e ele conseguiu cumprir o propósito com maestria.

A residência está localizada em Lo Barnechea, Chile, foi concluída em 2012 e conta com uma área construída de 350 metros quadrados. A base para a estrutura foram contêineres reaproveitados. Isso facilitou a construção, deixando-a mais rápida e barata.

Os dois principais objetivos eram ter uma casa que se integrasse à paisagem dos Andes e que tivesse conceitos da arquitetura bioclimática, permitindo, por exemplo, que o ar circulasse por todos os cômodos da residência.

O arquiteto decidiu valorizar as aberturas da casa, principalmente com o uso de grandes janelas, para maximizar a entrada da ventilação e iluminação natural em toda a estrutura. Esse cuidado descarta a utilização de sistemas de ar-condicionado e também reduz os gastos com energia.

Os contêineres utilizados receberam paredes de retenção, uma camada protetora e diversas outras modificações foram feitas para que toda a edificação estivesse conectada de alguma forma. A escolha pelo reaproveitamento do contêiner como matéria-prima principal não se deve somente aos baixos custos, mas também à baixa manutenção que o material necessita, bem como sua alta durabilidade.

 Com informações do Plataforma Arquitectura.

Arquiteto inglês projeta teatro feito com papel reciclado


O estúdio de arquitetura Andrew Todd anunciou o projeto de um teatro feito a partir de papel reaproveitado. A estrutura seria usada durante um evento anual de design, realizado em Cardiff, no País de Gales.

O formato do teatro, em círculo, foi inspirado no Globe Theater de Londres. No entanto, a ideia dos arquitetos é inovar na matéria-prima utilizada para levantar a estrutura. De acordo com o site norte-americano Inhabitat, no lugar das paredes a estrutura teria pilhas de revistas, jornais e papel de escritório fora de uso.

Os fardos coloridos seriam empilhados e montados de madeira circular em prateleiras de andaimes, que funcionam como o esqueleto do teatro. O uso do papel oferece diversos benefícios. Além de impedir que os resíduos sejam simplesmente descartados após perderem sua função original, as paredes feitas com esse material ajudam a manter o conforto térmico e barrar o som exterior.

O projeto ainda conta com o uso de bambu para fornecer um apoio extra à estrutura. A superfície do teatro será feita com uma tenda de circo reaproveitada e o teto contará com uma abertura central, uma espécie de claraboia, que maximizará o aproveitamento da luminosidade natural.

O uso das revistas dá ao local um ar descontraído. As paredes do teatro ficarão coloridas, como uma espécie de alusão à arte que acontece lá dentro.
Fonte: CicloVivo


Banheiros estilosos


Trabalhar em espaço limitado mostra que é possível obter praticidade sem abrir mão da beleza, mesmo nos banheiros e lavabos!
Casas Bacanas

Casas BacanasCasas BacanasCasas BacanasCasas BacanasCasas BacanasCasas BacanasCasas Bacanas
Kika Junqueira, escritora do site www.lepetitchouchou.com.br e proprietária da Empresa NK2 Design de Interiores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua Mensagem - Se gostou Compartilhe